terça-feira, setembro 04, 2007







COMENTÁRIO:

VIVENDO E APRENDENDO. NA ELEIÇÃO COLLOR/LULLA, EU ESTAVA NA FILA DO CAFÉ NO AEROPORTO DE CUMBICA. O COMANDANTE DE UM AVIÃO DA TAM (TAM...TAM...TANTAM...TANTATANTANTAM....) BERROU: "COMETERAM UM ATENTADO CONTRA O LULA!". ASSUSTADO, PERGUNTEI: "COMO?". "JOGARAM UM AURÉLIO NA CABEÇA DO MOÇO!". IRRITADO, POIS NA ÉPOCA EU AINDA VOTAVA NO CALHORDA — INGENUIDADE, TOLICE, MÁ FÉ INERENTE À CLASSE MÉDIA, IDIOTIA MESMO, OU NENHUMA DAS ANTERIORES?— RESPONDI QUE DE FATO OCORRERA UM ATENTADO, PORQUE O AURÉLIO ERA MEDÍOCRE E SÓ JULGADO EXCELENTE PELA CLASSE MÉDIA INCULTA E GROSSEIRA, ALÉM DE PRECONCEITUOSA. FIQUEI SEM O CAFÉ, CLARO, PORQUE O CLIMA ESQUENTOU.

AH! COMO LAMENTO NÃO TER CALADO A BOCA E TOMADO AQUELE CAFÉ, CUJO AROMA ERA DELICIOSO!

VIVO E APRENDO.

AINDA ACHO QUE O AURÉLIO É RUIM. A CLASSE MÉDIA —À QUAL PERTENÇO, POR ENQUANTO, PELO MENOS, NA ESPERA DA NOVA REFORMA DA PREVIDÊNCIA— É INCULTA E PRECONCEITUOSA.

MAS DESCOBRI, FINALMENTE, QUE O LULLO PETISMO NÃO É UM CASO DE MERA DEMAGOGIA. TRATA-SE DE SIMPLES DELINQUÊNCIA, ALGO QUE PODE OCORRER EM QUALQUER CLASSE SOCIAL, DAS RICAS ÀS POBRES. E, NO CASO, PETISMO VIROU, ALÉM DE SINÔNIMO DE "BOCA RICA", UMA ESTRATÉGIA DE AMPLA DEMOLIÇÃO DA RES PUBLICA. ONDE ESTÃO OS PROCURADORES DA REPÚBLICA QUE NÃO ABREM UMA INVESTIGAÇÃO, COM DIREITO A FORO PRIVILEGIADO É CLARO, CONTRA UM SUPOSTO MAGISTRADO QUE INCITA AO CRIME? MISTÉRIOS....

ROBERTO ROMANO

Arquivo do blog