sábado, junho 09, 2007

No Blog Perolas de AlVARO CAPUTO....

De volta para o futuro, (ou o À caminho do fascismo....)
MÁS INTENÇÕES DO PT?
Num Congresso vazio por conta do feriado de ontem, deixou de repercutir a nota do PT, solidarizando-se com Hugo Chavez e afirmando que na Venezuela há liberdade de imprensa. Conforme os petistas, o presidente daquele país agiu conforme a lei, não renovando a concessão para que a maior rede de televisão local continuasse a funcionar.

Como brada aos céus raciocínio tão abominável, é preciso perscrutar porque o PT dispôs-se a torná-lo público. O perigo pode morar precisamente nessa nota oficial. No mínimo, lê-se nas entrelinhas que se a lei permite absurdos lá em cima, por que deixaria de ser aplicada aqui em baixo? Traduzindo: o PT aventa a hipótese de a mesma iniciativa de Hugo Chavez ser aplicada no Brasil, porque a nossa lei também determina a renovação periódica das concessões de rádio e televisão. Sem ela, as emissoras perdem o direito de funcionar.

Estivesse o PT isento de más intenções diante da imprensa e esse raciocínio poderia sair pelo ralo, mas é bom lembrar que o partido do presidente da República já tentou garrotear a imprensa. A tal agência de comunicação proposta pelo palácio do Planalto foi obstada no Congresso. A Lei da Mordaça de quando em quando é ressuscitada. As razões para a implantação de uma rede pública de televisão fundamentam-se na necessidade de o governo "defender-se" dos ataques da mídia. E vai por aí.

É bom tomar cuidado com a solidariedade do PT ao presidente venezuelano. Pode ter azeitona nessa empada
Do jornalista Carlos Chagas, comentarista do SBT e da Rádio Jovem Pan no blog dos blogs

Se é democrático, na visão de Lula, não renovar concessões de rádio e TV, como fez Hugo Chávez, na Venezuela, o que podem esperar as 28 emissoras de televisão e as 153 rádios cujas licenças vencem no final do ano?
A entrevista de Lula (leia aqui), deixou o presidente do Democratas, Rodrigo Maia (RJ), desconfiado (leia aqui). Nas próximas horas, ele divulga nota para dizer que é preocupante a linha de raciocínio do presidente e que Lula avança na contramão da Democracia. O texto reafirmará também que o Democratas é contra o ingresso da Venezuela no Mercosul.
Noblat

o aplauso do PT a Hugo Chávez no caso do fim da concessão da RCTV, deixou muitos jornalistas preocupados. A decisão do PT foi apressada e impensada, pode esquentar novamente as relações governo-imprensa e até respingar na base aliada já que José Sarney foi quem comandou no Senado a reação contra o ato de Chávez.
Alberto Dines no Observatorio da Imprensa


Sobre o "noço lider"...
Para saciar a sede dos partidos aliados por cargos no primeiro escalão, a estrutura do governo tem se revelado insuficiente e a saída encontrada por Lula é o desmembramento de órgãos para criar postos. Nos últimos dois meses e meio, o saldo é o seguinte: uma secretaria com status de ministério criada, outra já acertada nos bastidores e que pode ser anunciada ainda em junho e, no capítulo mais recente desse processo, Lula deu sinal verde nesta semana para a duplicação de cargos no Banco do Brasil.
Neste caso, a acomodação de aliados políticos custou ao presidente uma promessa de campanha. Quase dez meses depois de dizer que não aceitava nomear nem mesmo um faxineiro para o banco, Lula orientou o conselho de administração a propor aos acionistas, ainda este mês, a separação da vice-presidência de Governo e Agronegócios em duas unidades, para acomodar o ex-senador Maguito Vilela, do PMDB, e o ex-ministro da Agricultura Luiz Carlos Guedes Pinto, ligado ao PT.
Estado

Arquivo do blog