segunda-feira, junho 25, 2007

Os "debates" na USP...e o fim (pedido) do Estado de Israel.

Um interessante exemplo de sectarismo idiotizante encontra-se no seguinte endereço do You Tube:

http://www.youtube.com/watch?v=RnljOrCf1b0


Comentário:

Trata-se do "debate" feito no SINTUSP, no qual uma única voz em defesa de Israel foi calada pelos berros dos trogloditas. Os panfletos exigindo a destruição do Estado de Israel foi comentado por mim em artigo, o que me trouxe várias "respostas" furibundas. Coloco "debate" e "respostas" entre aspas, porque acho estranho que uma conversa da qual participam apenas os favoráveis a um enunciado seja denominada "debate". Na epoca da campanha pelo desarmamento, vários grupos me pediram para participar de debates, nos quais todos os membros da mesa seriam a favor da proposta governamental. Disse aos vários que o nome deveria ser mudado para "monólogo com vários concordantes". Ouvi o diabo. Mas disse o capeta também. Quando disse ser contra a proibição das armas, tal como apresentada pelo governo, passei a ser visto como demente.

Como a moda é monologar aos berros, sempre que me convidam para um debate, pergunto o nome dos integrantes (antes, nunca me vinha à cabeça pedir nomes antes do evento). Caso o "debate" for dos unânimos, declino.


De qualquer modo, aquela gente que berra, intimida, ameaça, OBEDECE os donos do poder atual. São uma espécie de Hermes capenga. Nada, nada mais.

Roberto Romano

Arquivo do blog