quarta-feira, abril 02, 2008

SEGUE O GAROTINHO DE OURO PARA A "IDEIA" DE SUA EXCELENCIA.E PARA TODOS OS GOLPISTAS DO GOVERNO DO PT




Brasileiros querem Lula mais tempo no poder, diz Alencar
Segundo o vice, "raramente encontramos um cidadão como ele" para dirigir o país

Lula, que nega pública e reservadamente a tese do 3º mandato, é surpreendido pelas declarações do vice, segundo apurou a Folha

Sérgio Lima - 28.mar.2008/Folha Imagem

O vice-presidente, José Alencar, em evento da Polícia Federal

LETÍCIA SANDER
DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

O vice-presidente da República, José Alencar (PRB-MG), sugeriu ontem um terceiro mandato para Luiz Inácio Lula da Silva ao dizer que os brasileiros desejam que o presidente "fique mais tempo no poder".
Em entrevista à rádio Bandeirantes, Alencar falava sobre o governo quando, de forma espontânea, sem ser questionado sobre o assunto pelo apresentador, afirmou: "O Lula tem feito muito, mas ainda falta muito por fazer. Eu digo para você, eu sou democrata. Nós não aceitamos outra coisa que não seja democracia. O Lula deseja fazer o seu sucessor. Mas eu digo para você que, se perguntarem aos brasileiros, o que os brasileiros desejam é que o Lula fique mais tempo no poder".
O vice-presidente interpretou o motivo pelo qual os brasileiros teriam esse desejo. "Por quê? Porque está bem o Lula, vai bem o Lula, porque raramente nós encontramos um cidadão como ele para dirigir as coisas do Brasil, ainda que seja um homem simples. Ainda há um certo preconceito", disse.
"Como falava o [o ex-governador Leonel] Brizola: "Será que o Lula deseja mesmo ser presidente da República? Por que nós, dizia o Brizola, fomos criados nos palácios, estamos habituados a andar nos tapetes dos palácios, mas o Lula?" Pois o Lula é esse que está aí. Qual foi o presidente que realizou esse trabalho? Estou falando do mercado internacional e aqui dentro também, no campo social e econômico."
Segundo a Folha apurou, Lula foi surpreendido pela entrevista. O presidente tem rejeitado pública e reservadamente essa possibilidade. Já pediu a aliados que não insistam no assunto. Na avaliação de um dos integrantes da cúpula do governo, falar em "re-reeleição" só aumenta o número de problemas com a oposição numa hora em que o governo tenta sair da enrascada do dossiê sobre gastos sigilosos da era FHC.
O debate em torno do terceiro mandato foi lançado em 2007 e defendido por aliados, como o deputado Devanir Ribeiro (PT-SP), amigo de Lula. O tema gerou controvérsias e ataques da oposição. Na ocasião, o Planalto apressou-se a negar qualquer articulação.
Ao ser questionado, então, se estava fazendo uma apologia ao terceiro mandato, Alencar afirmou: "Olha, você vê o seguinte. Os EUA têm quatro anos mais quatro [de mandato], igual aqui no Brasil. Mas nos anos 30, [Franklin] Roosevelt teve o terceiro mandato. Por quê? Porque os Estados Unidos precisavam que ele continuasse e queriam". Franklin Delano Roosevelt (1933-45) governou o país por quatro mandatos -o último encurtado por sua morte.
Na entrevista, o apresentador lembra a Alencar que ainda falta muito tempo para terminar o segundo mandato de Lula, ao que ele responde: "Exatamente. Por isso estamos preocupados com o trabalho. Estamos começando. Só cumprimos o primeiro ano do segundo mandato". Acrescenta: "Tem algum tempo, mas o trabalho agora de infra-estrutura precisa ser feito urgentemente".
Alencar é então confrontado com o fato de que argumento semelhante manteve Fidel Castro por mais de 50 anos no poder em Cuba. "Não, é diferente. O Fidel Castro implantou um regime de partido único e isso não tem nada a ver". Na entrevista, de cerca de 30 minutos, Alencar disse que Lula é um fenômeno eleitoral e de comportamento e que está governando de maneira correta.
A Folha ligou para a assessoria de Alencar, mas até a conclusão desta edição não obteve resposta sobre as declarações.
O ministro José Múcio (Relações Institucionais) minimizou o episódio. "Conheço a vontade do presidente de terminar seu mandato. Evidentemente que todas as vezes que ele vai para uma inauguração as pessoas falam (...). E isso é bom, significa que ele tem dado certo (...). Mas é entusiasmo do vice, tenho certeza que o intuito do presidente é terminar o segundo mandato e se afastar."

Arquivo do blog